sexta-feira, 31 de julho de 2009

escrevi seu nome no embaçado do vidro.

estou com a janela aberta
olhando para você, esperando algum sinal de vida
mas nada vem de você
a não ser o silencio, o silencio que nunca tivemos

me culpe , por que sou culpada
me apedreja, mas não diga que pode viver sem mim
não diga que vai continuar sem mim
eu estarei lá, mesmo você não me vendo
eu estarei lá.

eu não continuarei sem você, tudo que eu olho lembra nós
volte tempo, volte
quero que me carregue nos seus ombros e eu te carregarei
meus olhos liquidos, choram
não me diz que vai continuar sem mim
por que eu não continuarei sem ti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário