terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Parei, senti tanta saudade que tive que fumar um cigarro para tentar colocar meus pensamentos em ordem novamente. Me desculpa por tudo que já causei de mal para nós dois, me desculpa por ser o motivo de voce não falar comigo mais. Percebi o quanto é irrelevante esse sentimento e o quanto demorei para perceber o quanto foi especial. Já sei que é tarde e ainda mais ja sei que hora de continuar seguindo em frente, nao me divertindo como eu estava, mas de encontrar alguem que possa tentar minimamente suprir o seu lugar, assim como esta fazendo com meu. Obrigada pelos momentos, eles foram os melhores sem dúvida alguma.

aquilo que não quero dizer

 Nao vou dizer sobre o que quero dizer.
Não vou dizer dos domingos que passei ao seu lado
não vou dizer sobre o andar de maos dadas, do beijo na testa, do sorriso ao me ver e do abraço apertado
não vou dizer dos filmes que vimos, das vezes que choramos e rimos, das vezes que durmi, das vezes que tivemos que parar para nos amar mais um pouquinho
não vou dizer das nossas manhas, das tardes e noites que passamos juntinhos
do jogar do video game, do quebrar da cama, do corinthians na tv e da gente dizendo que se ama
não vou dizer sobre seu nariz, sobre seu olho sobre sua bunda ou ate mesmo sobre seu penis
não vou dizer da sua mae, da gata geralda ou dos filhos que nao tivemos
posso dizer sobre o tempo que passou, do amor que secretamente nao esfriou e da falta que secretamente sinto
mas jamais vou dizer da vontade que to de te ter aqui de volta comigo.

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Parece cocaina mas é amor. Rolei nessa maldita cama até amanhecer, esperando por nada, só lembrando da gente, que alias... a unica coisa que sobrou foi as lembranças. Quem não me conhece talvez ate julgaria que fosse cocaina, quem me conhece sabe que é voce o verdadeiro motivo das minhas noites em claro e só eu sei que a minha unica droga tem sido voce. Uma droga não ter. Uma droga te perder. Uma droga não ser mais eu e voce.

domingo, 13 de maio de 2012

...Aos que colecionam.

Mas se eu ao menos não lembrasse, não me importasse, tenho certeza que tudo seria mais facil. Tenho sentido falta de tudo, de todos aqueles que ficaram para tras, e em especial voce, que já não faz mais parte da minha rotina e já não é mais motivo dos meus sorrisos, agora voce não passa do culpado por minhas lagrimas. Ainda não consegui entender por que sempre um amor se transforma em dor. Não consigo aceitar que quem um dia foi o meu mundo se tornou só mais um que já passou por ele. Antes não ficavamos um dia sem nos ver e veja agora, nem nos falamos mais. Não me lembro da ultima vez que te vi, muito menos a ultima vez que te vi sorrir. Isso me deixa tão mal, eu amo tanto o seu riso, ainda mais quando estou junto, rindo tambem. Só quero que voce saiba que mesmo assim, mesmo depois do tempo, da decepção, da dor e da chaga.. eu ainda consigo sentir aquela saudade de quando só bastava voce para eu estar feliz. Não consigo mais me lembrar de como eu era antes de te conhecer, só existe agora, eu durante voce, e eu depois de voce. Mas isso... isso não importa mais não é? ;/

quinta-feira, 10 de maio de 2012

transição

 Agora que voce realmente se foi
tudo esta mais claro... quem eu sou está bem mais nítido agora.
não há inverno e nem verão, há um meio termo, um equilibrio de mente e alma.
o meu destino já esta traçado, para o bem é claro, não pretendo mais cair... pelo menos não na sua frente.
e o que era bom, esta guardado... e o que era ruim, nem me lembro mais da dor.
talvez seja pelo fato de eu nao ter sido tão machucada, mas pelo fato de machucar tanto.
ferir alguem é a pior sensação que ja senti, ainda mais ferir alguem que nos quer bem.
     O vento que antes era forte e derradeiro, só me tras agora esperança
to preparando à mim, para... o que esta por vim.


segunda-feira, 7 de maio de 2012

ei, colecionador de decepções... ah! nada não...

terça-feira, 1 de maio de 2012

Imola II

e agora zé?
que perdi o emprego, meus amigos já não são meus amigos, dinheiro não tem, amor tambem não
minha droga esta em falta e o que me resta não me satisfaz
e agora em zé?
se o que eu sou é o contrario do que a sociedade quer que eu seja, e o contrario tambem não me satifaz
a comida nao satisfaz o que eu tenho não satisfaz, alias, o que eu tenho?
e agora em zé?
que nessa constante insatisfação comigo mesma, me vejo infeliz procurando sem querer achar a felicidade
não sei em que espelho ou em que face perdeu minha doce simplicidade
e agora que meus planos se foram pro ar, não pela segunda vez mas pela vez que já nem me lembro mais
ta faltando força zé, força de querer continuar, de levantar a cabeça e sei la quando continuar a caminhar
to cansada de levantar e cair e não ter ninguem para me ajudar a levantar

sexta-feira, 30 de março de 2012

não quero falar sobre solidão.